Artigos

Tráfego Global na Nuvem Deve Crescer Mais de Quatro Vezes até 2017

Estudo da Cisco indica 5,3 zettabytes trafegados anualmente em cloud daqui a três anos.

Em 2017, a nuvem irá trafegar 5,3 zettabytes de dados, ou 4,5 vezes mais que o 1,2 zettabyte registrado em 2012. Isso representa uma taxa anual de crescimento composto (CAGR) de 35%, segundo a terceira edição do Índice Global de Nuvem da Cisco, divulgado nesta terça-feira (15/10). Ainda conforme o levantamento, o tráfego geral mundial em data centers vai crescer três vezes e alcançar um total de 7.7 zettabytes em 2017, ou CAGR de 25%.

Boas Práticas para Análise e Levantamento de Requisitos

Resolvi abordar o tema de levantamento de requisitos dentro de gerenciamento de projetos, lembrando que minhas diretrizes e apontadores são baseados nos estudos do PMBOK do PMI.

Muitos sentem uma tremenda dificuldade na hora de lidar com o levantamento feito no inicio do projeto, principalmente aqueles que já pegam um projeto iniciado e tem que absolver tudo e buscar a melhor maneira de entender o que está acontecendo.

Em função disso estão os Focais para ajudar na Interpretação do projeto.

Cloud Computing e o Cloudnomics

Cloud Computing e o CloudnomicsCloud Computing têm o potencial de mudar radicalmente a maneira como as empresas investirão e custearão TI. Da perspectiva econômica, a computação em nuvem é uma resposta à antiga demanda do mercado de não ter que fazer pesados investimentos upfront para obter recursos de TI. Cloud computing cria um novo modelo econômico de uso de TI, que podemos chamar de cloudnomics. Os efeitos colaterais serão muitos. As áreas de TI, confrontadas por este novo modelo, mesmo usando conceitos tradicionais sofrerão intensa pressão para baixar seus custos operacionais.

Premissas Básicas em Contratos de Licenciamento de Software

O setor de TI tem experimentado um crescimento significativo nos últimos anos. Prova disso é a criação de inúmeras start ups, bem como a notória expansão das empresas que atuam neste segmento.

Some-se a isso o avanço da tecnologia que permite a criação de soluções cada vez mais complexas, as quais dão origem a necessidades e demandas inexploradas até bem pouco tempo atrás. Natural, portanto, que os contratos celebrados pelas empresas do ramo tenham de estar alinhados não só com os aspectos técnicos inerentes aos produtos, como também com a legislação em vigor.

Páginas